Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Nothing

"I am different ... Equal to the rest of the world."

27
Mai16

86ª edição da Feira do Livro em Lisboa.

Eis que a feira do livro abriu finalmente as suas portas em Lisboa. Ahhh! Foi a primeira vez que me aventurei na feira logo no seu primeiro dia. O balanço que eu faço? Não difere muito de um dia normal. Fui com o intuito de dar uma vista de olhos nas bancas, cuscar os preços e constatar que tipos de promoções andavam a ser feitas. Claro que este ano mudaram algumas promoções com as suas letrinhas pequeninas por baixos dos "Leve x, pague x", claro que este ano me estragaram os planos. Argh! De qualquer forma, há tantos livros que eu pretendo adquirir que é quase fácil virar a cara para outras promoções. Já comecei a desgraçar-me. Tenho livros na minha lista que posso adquirir por metade do preço; hoje, debrucei-me nas vistas e no pega-e-leva daqueles que não entram nessa promoção.

20160527_005654.jpgOs meus gastos para este primeiro dia ficaram à volta dos 35€: trouxe Nora Roberts no saco (este ponto é tão óbvio que sei lá): três livros dos quais dois são de bolso e um foi grátis; o Perdida da Carina Rissi que estava MORTA por ter e um calhamaço da Linda Howard que é composto por cinco livros. Isto quer dizer que por, quase, 35€ vim para casa com aquilo que aparenta ser cinco livros mas que, na verdade, são nove. nove livros. Oh meu Deus. Dez livros foi o total de livros que a feira do ano passado me trouxe. Se só o primeiro dia me trouxe nove livros, e ainda faço intenções de lá regressar e voltar a casa com mais, começo a sofrer por antecipação e por temer a minha pessoa na feira do ano que vem. A cada ano que passa, arranjo forma de me superar, trazendo mais livros sem pagar uma exorbitância. Contudo, ao mesmo tempo, como raio haveria de me travar? Quer dizer, são livros: Nunca são de mais.

E por falar disto: o sapo destacou o meu post anterior, antes de ontem. Estava eu a meio de uma aula e contive os meus olhos em bico. Muito, muito obrigada, Sapo! Como se viu, a feira começou e os caminhos para onde o vento me leva são bem bons! Obrigada!

DESTAQUE (35).png

25
Mai16

Livros, livros por todo o lado!

A Feira do livro está aí mesmo à porta e eu já tirei a minha lista das profundezas da minha gaveta para lhe limpar o pó e actualizar. Estou tão ansiosa que faço intenções de lá meter os pés logo no primeiro dia de feira. Costumo ter prioridades e a minha, este ano, vai para a continuação do Não te conto o meu segredo que amei de coração; esse, este ano, já entra na promoção dos 50% de desconto e eu estou super entusiasmada. Como recém-fan assumida de A guerra dos Tronos faço igualmente intenções de vasculhar o Parque Eduardo VII em busca de algo relacionado com o universo de Westeros. O meu requisito mínimo? O segundo volume da saga porque, uma vez que cada livro original representa dois na edição portuguesa, deixar as coisas a meio faz mal a quem não está habituado.

Em algumas idas à Fnac percebi que há leituras que são consideradas clássicos e que deveriam constar na minha lista. Eu li a Alice no País das Maravilhas porque é um marco, quero ter e ler o Peter Pan e...porque não Mary Poppins? Não deveria eu ler Mary Poppins? Acho que sim. Poderei adquirir o livro a metade do preço e é sem dúvida algo a pensar ainda que não conste na minha lista como obrigatório. E seja o que o Universo quiser. Tenho um orçamento estipulado e ele vai ser respeitado. Dentro dele? Ah, o caminho é aquele para onde o vento me levar.

20
Mai16

Kappa Nu.

neighbors_two.jpgQuarta-feira: segundo e último dia do festival de Cinema: dia de Zac Efron. Fiquei tão bem servida, meu Deus. Estava a contar com um filme divertido elevado ao quadrado depois da boa experiência que tive com o primeiro quando o fui ver ao cinema. Neighbors 2 no cinema + festival de cinema = como não aproveitar?! Com esta sequela aprendi que as raparigas são, de facto, bem mais lixadas, fixes, vingativas e perspicazes que os rapazes e isso tanto me fez rir até mais não como me irritou. Gostei muito da ideia por detrás destas novas vizinhas: é literalmente um "estás mal? muda-te" que vingou pela positiva, demonstrado pelo arranque de gargalhadas. A luta entre os novos e os mais velhos continua divertida, mas lido mal com a falta de respeito dos jovens para com os mais velhos. Houve algumas situações, uma em especial, do qual não me consegui rir de todo. Fiquei chateada pela ousadia das miúdas, frustrada pelos mais velhos não levarem a situação tão a sério quando eu teria feito o maior escândalo e envolvido porrada e polícia. Enfim. O filme não ficou a perder por isso. Quer dizer, conta com o Zac Efron! E quem diria que o desgraçado do rapaz tinha vocação para um papel de stripper? Ele deveria ter entrado no Magic Mike. E Seth Rogen + Rose Byrne? Dupla top, ahaha. Tenho de ver mais filmes com esses actores, eles são dos bons.

18
Mai16

Winter is coming...

The+Huntsman+Winter's+War.jpgEis a primeira vítima dos três dias de festival de Cinema. Este era um daqueles filmes que constava na minha lista de ânsias de 2016. Estava mortinhaaaa para ver o filme do Caçador, super curiosa porque, sei lá, é essa a função dos trailers. Estava confiante de que iria ser bem servida. Foi um filme que correspondeu às minhas expectativas, contudo, vi-o e fiquei com pontas soltas por atar.

Ponto um: não percebi porque raio andaram a fazer publicidade à coisa como sendo uma história antes da dita com a Branca de Neve quando [SPOILER] só os primeiros minutos de filme se dão no passado e todo o resto é após o que aconteceu no primeiro filme. Ponto dois: (este foi o que mais me chateou) no primeiro filme é nos apresentada a Rainha Má com um irmão que se evaporou por completo neste segundo filme. Atiraram-nos uma irmã com poderes mágicos e disseram adeus ao irmão como se este não tivesse existido. E conformidade com factos anteriormente dados? Não? Bahh. Achei igualmente incrível como fizeram um filme sem a Kristen Stewart ou qualquer outra pessoa a fazer de Branca de Neve com tanta, mas tanta, menção à mesma no filme. Não deixou de ser uma personagem super presente ao longo do filme e, no entanto, nem sequer deu o ar da sua graça.

Estou à espera de uma oportunidade para voltar a ver o filme mais uma vez porque este é um daqueles casos é que isso é necessário. Em confronto para com o primeiro filme, este ficou facilmente ao mesmo nível, o que também não me parece algo difícil: um Caçador daqueles, uma Charlize, uma Elsa (não de Arandelle), seres mágicos e amor; só mesmo com a diferença de que no primeiro tivemos mesmo uma Branca de Neve presente. Anyway, foi um filme giro. Estou pronta para a sessão de hoje: Má Vizinhança 2. E sem querer deixar passar, sobre o título: tão apropriado. Já se começa a notar a influência d' A Guerra dos Tronos em mim: eu sei.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Mensagens

E-mail