Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Nothing

"I am different ... Equal to the rest of the world."

12
Jun16

Feira do Livro.

20160612_153034.jpgA Feira do Livro em Lisboa vai terminar amanhã e eu já fechei a minha loja, sem planear voltar. Para o ano há mais. Muito, muito mais, principalmente porque muitos dos livros que desejo vão ficar a metade do preço no próximo ano. Então, sim, preciso de ter um orçamento semelhante ao deste ano em 2017 - argh, estas projecções temporais fazem-me sentir como se o tempo escapasse por entre os meus dedos, socorro! -.

A última vez que lá coloquei os pés foi na quinta-feira, o último dia das promoções a metade do preço, acho; imagino que não o vão fazer amanhã, no último dia, certo? Porque isso já me aconteceu. Ir lá com o intuito de usufruir da Hora H e não ir haver porque a feira estava prestes a terminar. Anyway, fui depois de um ataque de nervos por causa de um trabalho que estava a fazer que me levou a um choro desgraçado. O meu pai teve de interferir e tudo para me ajudar a colocar a cabeça no lugar; levar-me à feira do livro também ajudou a apaziguar-me. Cheguei lá a faltar 15 minutos para a feira terminar e, em consequência, a Hora H, mas consegui o livro que queria. O melhor de tudo? Foi oferecido. O que levou a que eu ficasse com dinheiro no bolso.

Desde o meu último post sobre a feira do livro eu apenas li mais um - ontem, por acaso -. Estive a semana toda sufocada com trabalhos para entregar e por isso mantive os bálsamos para a alma afastados das minhas mãos. Ontem devorei o Paixão sem Limites e ainda que não tenha achado uma leitura de 5 estrelas, foi agradável e eu gostei muito. Gostei o suficiente para me ir pôr ir ler o segundo e terminar ontem também. Falta-me, então, o último relativamente ao casal deste Paixão sem Limites, no entanto, acho que em vez de me atirar já a ele vou ler um dos pequenos da Nora Roberts que eu comprei.

Ora bem, balanços: este ano concluí o meu saque à feira do livro com 16 livros. Oh-meu-Deus: 16. Porque, relembro, esse livro da Linda Howard corresponde, na verdade, a 5. Comprei tudo o que desejava e constava na minha lista como prioridade. A única coisa que acabei por não levar foi só mesmo Gerge R.R. Martin pelos preços. Mas várias são as vezes que há promoções em relação à saga de A Guerra dos Tronos: é manter-me atenta e, quiçá, até ao final do ano arranje o segundo volume (aka, a outra metade do primeiro livro).

Dos 16 livros, 3 foram ofertas, portanto, o que eu gastei corresponde à compra de 13 livros. Gastei mais em relação ao ano passado, mas trouxe mais livros em relação a 2015 e o meu orçamento também era maior. Os meus gastos ficaram acima dos 70 euros, o que me deixa azul. 77,42 euros, na verdade. Contudo, nada que um balanço de poupança para me acalmar o espírito: segundo a soma dos preços de editor de tudo o que adquiri, os meus gastos seriam exactamente 183,63 euros. (Pausa para recuperação). Subtraí o que na verdade gastei na Feira do Livro este ano e a poupança foi nada mais do que 106, 21 euros. Nada, nada, nada mal mesmo! Assim vale super a pena, uhuhhhhh!

Mais sobre mim

Mensagens

E-mail