Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Nothing

"I am different ... Equal to the rest of the world."

14
Nov17

Novas aventuras.

Experienciar coisas novas é um dos meus nomes do meio este ano. O início de 2017 ofereceu-me a oportunidade de viver a cidade de Amesterdão. O que me deu o último trimestre deste ano? O meu aniversário. As minhas prendas foram mimosas e tão grandiosas ao meu coração que senti ter ganho tudo. Entre Disney - yey! - e muitos tantos mimos - muito mais disney (yeyyy!) - surgiu o brinde de uma nova viagem. Este post surge dentro do aeroporto, a voz mecânica anuncia voos e as pessoas reclamam por as bagagens irem para o porão. Os balões estão a erguer a minha casa e assim se inica mais uma aventura. Marselha: aqui vou eu!

12
Nov17

Não me sai da cabeça...

Este post é um até já. Tenho tantas palavras à solta na minha cabeça, tanta vontade de teclar e de lhes dar alma que o meu coração amolece com pena pela falta de tempo e de frustração pelo problema do meu computador ainda não estar resolvido. Hoje tenho um molho de coisas para fazer, mas, hoje, ainda espero voltar a dizer olá à minha miss.

18
Out17

Isto que estou a sentir é frio?

FINALMENTEEEEEE! Já não aguentava mais as temperaturas elevadas. Eu precisava disto. Precisava do frio a acompanhar a quedas das folhas secas, o regresso aos casacos, as mangas compridas, o regresso da chuva que nos últimos dois dias tem pintado o meu carro. Ainda não tive um encontro de quinto grau com a queda torrencial, mas o cheiro que sinto na rua, quando saio da empresa já de madrugada, aviva-me a memória sobre um motivos por que gosto tanto do Outono. Hoje? Quando sair para ir ajudar pessoas? Vou de casaco vestido. Que saudades...

07
Set17

Qual é a palavra do dia?

É a primeira quinta-feira de que estou a usufruir, desde há muito-muito tempo, sem planos nenhuns. E eu pensei: não iria saber mesmo bem manter as coisas assim? Há quanto tempo não faço ronha? Sinto que a última vez que isso aconteceu foi há meses. Nos últimos tempos, todos os dias em que não vou ajudar pessoas acabo por ter outros planos que me fazem andar de um lado para o outro. Claro que estive no Algarve há uma semana. Claro que usufruí de todos os planos que tenho arranjado paras as minhas folgas. Mas...andar de um lado para o outro em dias escaldantes cansa. E dormir é coisa que faço pouco há mais de uma semana. Há quanto tempo não dormia completamente ferrada sem ter atenção a quando acordar? Há quanto tempo não me sentava em frente à televisão a ver um filme sem estar preocupada com as horas? Há quanto tempo eu não arranjava momentos para fazer pickles? A palavra do dia de hoje? Nada. Já sentia falta de fazer isso.

05
Set17

A minha ausência tem nome.

Sinto que cada vez que apareço na miss acabo a arrancar das paredes os cartazes que dizem "PROCURA-SE". Eu tenho o que dizer sobre isto. Primeiro: porque não se estende o tempo? São muitas coisas a fazer em pouco tempo: é o que me parece. Tento ter mãos para tudo mas não ainda não o consigo, é um facto. Segundo: Algarve. As minhas folgas têm sido tão bem aproveitadas que nesta última semana usufrui delas em terras Algarvias. Foram três dias mesmo bons. O Sol esteve sempre abrasador, mas a água um sonho. É tão engraçado... quanto menos tempo temos para usufruir das coisas, mais valor damos ao que experienciamos. A palavra do dia em todo o tempo que estive no Algarve? Magia.

IMG_20170904_195335_591.jpg

Mais sobre mim

Mensagens

E-mail