Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Nothing

"I am different ... Equal to the rest of the world."

12
Nov17

Não me sai da cabeça...

Este post é um até já. Tenho tantas palavras à solta na minha cabeça, tanta vontade de teclar e de lhes dar alma que o meu coração amolece com pena pela falta de tempo e de frustração pelo problema do meu computador ainda não estar resolvido. Hoje tenho um molho de coisas para fazer, mas, hoje, ainda espero voltar a dizer olá à minha miss.

11
Mar17

Stuck in my mind.

 

Só de pensar que antes de a ouvir eu ria porque achava o título tosco... O karma é mesmo lixado. Ri-me tanto e agora fico para morrer cada vez que a oiço. Pois é, pois é... Esta música foi feita para me apertar o coração e o esmagar sem permitir que eu recupere. ❤️

 

"There's something in your eyes
There's something 'bout you
In your kitchen lights
You can see all my wounds
But I'm not ready to feel

Stop, stop
Babe I'm not ready to love ya
'Cause I'm not fully healed
Stop, stop
Babe I will leave California
Yeah I am leaving for you
'Cause all I do
I do it for you

Way too many feels
Don't waste 'em on me
You are way too young
To settle for real
You know I like you a lot

Stop, stop
Babe I'm not ready to love ya
'Cause I'm not fully healed
Stop, stop
Babe I will leave California
Yeah, I am leaving for you
'Cause all I do
I do it for you"

06
Fev17

O intervalo da Super Bowl pertenceu à Gaga e...

Foi o arraso dos arrasos. Super espectacular! As reacções de celebridades nas redes sociais já se faziam notar antes mesmo da actuação de quase 15 minutos. Depois dela? Tudo explodiu. Eu perdi a conta do número de congratulações com que me deparei e até das paginas que noticiaram a actuação como algo estrondoso. Dizem que foi um dos melhores halftimes da super bowl e o que eu digo é que foi sem sombra de dúvida melhor que a do ano passado (acredito que muuuuuuuuiiiiiiiitaaaaaaaaa gente concorda). A Gaga sambou em Houston: é uma das notícias de hoje. Tem de ser uma das notícias de hoje porque ela mereceu. Foi um bom espectáculo de dança, canto, luzes e uma data de efeitos visuais que não me deixou desiludida, ainda que não tenha correspondido ao que eu esperava. Pensei que ela iria fazer um mashup de uma data das suas músicas mais mexidas. Afinal cantou meia dúzia. E não que não tenha sido perspicaz da sua parte: foram as mais conhecidas, os hits que rebentaram o mundo e deram corda às asas do seu sucesso. Poker Face, Born This Way, Telephone, Just Dance, Million Reasons e Bad Romance fizeram vibrar aquele estádio, contudo, os grandes-grandes pontos de toda a sua actuação, para mim, foram os muitos bailarinos (FANTÁSTICOS!) e o uso de drones que ficaram a pairar sobre o estádio e que num primeiro momento alinharam para a imagem da bandeira dos Estados Unidos. A sério que já estava na hora de chamarem a rapariga para actuar na Super bowl. Muito bom!

 

31
Jan17

Comecei o dia a chorar.

 

Vi esta preciosidade assim que acordei e o tumulto de emoções, que ainda perdura aqui dentro, foi tão grande que cada vez que vejo essa maravilha acabo a chorar de tão alike que está com a animação. Tenho os sentimentos ao rubro e estou ainda mais entusiasmada pela saída do filme. E, meu Deus, eu já aprendi: no que toca a Disney o resultado só pode ser positivo: a música da Bela e o Monstro mesmo cantada pela Ariana Grande - conhecida pelo meu cérebro pela rapariga que canta e eu não sou capaz de entender nada - continua a coisa mais bonita e mágica de todo o sempre. Ahh, Disney, Disney... Eu desconfio que sei qual vai ser o meu filme favorito do ano ❤

15
Jan17

Varekai.

buy-this-free-deal-and-you-could-win-2-tickets-to-

Há volta de uma semana atrás, a Smartie quis a minha presença para uma saída. Disse-me que sexta-feira 13 iríamos ao Pavilhão Atlântico ver o Cirque du Soleil. Disse-mo assim como quem não quer a coisa, como quem me avisa que para o jantar vai comer uma sandes quando na verdade se trata de um banquete. Abri a porta das idas ao Pavilhão Atlântico durante este ano e comecei em grande. Há dois dias, a Nexaa fez-me relembrar que a última vez que tínhamos ido ver um espectáculo do Cirque du Soleil tinha sido em 2014 e eu nem quis acreditar. Como assim já se passaram dois anos desde que eu vi o Cirque du Soleil? Esta passagem rápida do tempo deixa-me tonta.

Há dois anos tive a oportunidade de ver o Dralion e o Quidam e nesta sexta deixei-me envolver mais uma vez pelo talento desta companhia e assisti o Varekai. Estava muito curiosa em relação ao Varekai quando os outros me deixaram tão bem impressionada. Gostei muito do que assisti ainda que, confesso, para mim, não tenha ultrapassado o Quidam. Foi um espectáculo com essência, com vários componentes que me deslumbraram por completo. Rendi-me mesmo à magia, por vezes por com o coração na boca pelas muitas manobras que se faziam a metros do chão sem protecção alguma por baixo. E eu não conseguia tirar da cabeça a notícia de uma das acrobatas que tinha caído de um quando os via os artistas suspensos, seguros apenas por um pé ou pela nuca (socorro!). Tudo isto torna o que se vê mais emocionante e leva-me a valorizar ainda mais o talento pela disposição dos artistas ao risco.

As roupas eram originais, coloridas e chamativas e eu adorei-as. Tão criativas! Também continuo a apreciar imenso o facto de tudo o que a companhia oferece em show ser acompanhado por música ao vivo; gosto tanto como o facto de cada peça ter, de facto, uma história. Deixei-me embrenhar muito mais no Quidam mas consegui perceber e inteirar-me do que se passava no Varekai o que é um ponto à frente do Dralion. Desta vez fui brindada com o mistério de uma floresta encantada e se eu não fosse comprada com seres mágicos seria comprada com amor; foi isso que presenciei. Foi tão bonito. Além de divertido. O Cirque du Soleil é a única companhia que me atira palhaços para os olhos e eu consigo deixar-me contagiar pela boa disposição das suas cenas próprias para o público rir. Não estava à espera de ter esta oportunidade de ver o Cirque du Soleil neste ano, mas sem dúvida que fiquei contente por satisfazer a curiosidade em relação a mais uma obra deste circo talentoso.

Mais sobre mim

Mensagens

E-mail